A cidade

Tendo em suas principais atividades a agricultura e o ecoturismo. Bonito reserva uma boa estrutura para receber visitantes. Além disso, sua população de mais de 37 mil habitantes (censo 2000) é conhecida pela hospitalidade. Conheça aqui um pouco mais da sua história e os serviços disponíveis para quem está de passagem no município.

História

Embora fosse uma área para pecuária e se encontrando próxima à uma região açucareira, o agreste pernambucano foi ocupado tardiamente. Durante a ocupação holandesa no brasil (1630-1654), tropas ligadas ao governo fizeram as primeiras incursões que acabaram facilitando o reconhecimento do território agrestino. Nesta ocasião foram localizados e destruídos os canaviais das áreas submetidas aos holandeses e as lutas que aconteceram em pernambuco, entre os batavos e senhores de engenho oportunizaram a fuga de escravos. Mais tarde eles formaram o quilombo dos palmares. após a expulsão dos holandeses do brasil, o quilombo, assim como grupos indígenas, foram destruídos, e o governo passou a doar sesmarias, a maioria nas bacias do paraíba do norte, capibaribe, ipojuca e una.
*fonte: cabral, flávio josé gomes. bonito: das caçadas as indústrias. recife, cehm-fiam: prefeitura municipal do bonito, 1989.

Registra a tradição que o motivo do nome bonito, vem do fato que alguns caçadores provenientes do vale do rio ipojuca ao transporem as cordilheiras que circulam aqueles vales, certo dia depararam com um regato de água cristalina que em meio ao viço natural, a beleza do bosque, o aroma dos campos formavam um lugar pitoresco que fez com que um daqueles homens, maravilhado com aquele quadro poético exclamasse: que rio bonito! A partir de então outras aventuras foram marcadas com perspectivas bem animadoras e quase sempre assinaladas para a região do rio bonito. Com o continuar dos passeios empreendidos por eles, a região ribeirinha do rio bonito passou a se denominar bonito, ficando suprimido o segundo nome, conforme o falar dagente do ipojuca e adjacências. Não sabemos com exatidão como se deu o povoamento do lugar. Se surgiu de um sítio, de um pouso de tropeiro ou de outro fato. O que se sabe é através da tradição oral. Assim é que por volta de 1783 teve nascedouro o referido povoado assentado num outeiro onde os católicos do lugar a princípio construíram ali o primeiro templo - a casa de oração da conceição o que tornaria padroeira do lugar. O adensamento populacional tomou vulto sesmarais, para prospecção do povoado do bonito assomada ao seu crescimento demográfico contribuiu para que em 20 de maio de 1833, quando se reuniu o conselho da província, fosse criado o referido município desmembrado de santo antão e instalado em 09 de novembro do mencionado ano com a instalação da sua câmara municipal.

As páginas históricas bonitenses registraram em seus anais alguns eventos dignos de menção. A guerra sebastianista da pedra do roseador (1820), quando no agitado governo do capitão-general luís barreto, alguns mulatos livres em sua maioria desempregados, desertores das milícias guiados.

Cultura e tradições

o artesanato de bonito expressa pela renda, bordados, boneca de pano, santos de barro, máscaras e gamelas de madeira. O folclore é representado pelos tradicionais batalhões de bacamarteiros, que participam dos eventos locais. Um destes eventos é a procissão de são pedro, que acontece no mês de junho. Na gastronomia se destacamos alfenins e o licor "amor de mãe", de receita secreta e sabor suave, ambos produzidos por dona maria. na música se destacam grupos de coco, ciranda, quadrilha, bumba-meu-boi e caboclinhos.
Esporte folclórico: cavalhada nos meses de setembro e março.


Bonito Eco Parque, a melhor infra-estrutura da cidade, a 132 km de Recife.

Reservas: (81) 99935.3656 /
Apenas
98512.7225

E-Mail: bonitoecoparque@gmail.com
_